quarta-feira, 14 de junho de 2017

Black★Rock Shooter Visual Works. Uma pequena amostra da arte de Huke.


O artbook do mês apresentado pelo Dissidência Pop mostra um pouco da arte do ilustrador japonês Huke, mais conhecido pela criação da personagem Black★Rock Shooter, a qual serviu de inspiração para o compositor a Ryo, da banda Supercell em compor uma música baseado na personagem. Diante do sucesso, formou-se uma franquia que deu origem a mangás, jogos, animes e inúmeros outros produtos. Como a personagem surgiu antes de qualquer estória, muitos de seus "produtos" derivados possuíram uma qualidade questionável, como o anime homônimo de 2012. Polêmicas a parte, estou aqui para mostrar um pouco do trabalho de Huke como ilustrador, que independente de tudo, possui muita qualidade.

Huke também é conhecido por desenhar os personagens do anime Steins;Gate, além de ilustrar vários jogos da franquia Metal Gear Solid. Realizou também outros trabalhos, como designer de objetos em Fate/Extra e ilustrou outros materiais para a Supercell. Entretanto, o que lhe levou ao estrelato foi desenhar a personagem Black★Rock Shooter sem nenhuma pretensão e postá-la no site especializado de artistas gráficos Pixiv, o que acabou chamando a atenção do Ryo da Supercell. A música de Black★Rock Shooter foi um sucesso, inclusive ganhando disco de ouro no Japão.

Black★Rock Shooter se tornou uma franquia curiosa e problemática, o que era de se esperar de uma obra que surge a partir de uma personagem que acaba passando por diversas mãos de artistas diferentes. Após o sucesso do clipe é mencionável um OVA de 50 minutos lançado em 2010. Esse OVA foi bastante aclamado, uma obra instigante pela temática abordada e um design muito bacana, o que acabou pedindo por "mais" da franquia, o que deu origem ao anime de 2012, um grande fracasso. Black★Rock Shooter tinha potencial como anime, mas trabalharam muito mal temas que tinham tudo para darem certo.

Também foram produzidos dois mangás e um jogo para PSP. Um destes mangás eu já analisei aqui no blog em 2012, Black Rock Shooter:Innocent Soul, composto por 2 volumes com 12 capítulos, tendo como autor Sanami Suzuki e publicado mensalmente na revista Young Ace, inclusive foi publicado em português pela Panini em 2016. Esse mangá, na minha opinião foi a adaptação mais bem sucedida de Black★Rock Shooter.

Mas falando do artbook em si, ele se chama Black★Rock Shooter Visual Works, em dois tomos, lançado em 2009. Neste artbook Huke se limita a apresentar ilustrações do universo de Black★Rock Shooter. Gosto do estilo cyberpunk de Huke, de como ele conjuga grandes armas e equipamentos com as as garotas. Suas ambientações também são bastante detalhadas, mostrando uma riqueza de elementos, como sombras, correntes e quadriculados. Bom, espero que apreciem este post e até uma próxima. Não deixem de comentar.






















































Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...